simposium.png Boas-vindas

Genevet - Diagnóstico do Aelurostrongylus abstrusus

23 de março - 2016

Genevet - Diagnóstico do Aelurostrongylus abstrusus
A Genevet e a Universidade de Utrech, na Holanda, desenvolveram uma nova técnica de diagnóstico molecular para deteção de Aelurostrongylus abstrusu.

A nova técnica, designada por ‘PCR– Diagnóstico Rápido de um Agente Silencioso’ “disponibiliza em 2-3 dias um método de diagnóstico para este parasita silencioso do gato”, de acordo com a Genevet.
“O nemátode Aelurostrongylus abstrusus é um parasita cosmopolita responsável pela doença respiratória grave em felinos, sobretudo em animais com acesso ao exterior. Frequentemente, a infeção por este nemátode pulmonar passa despercebida devido a sinais respiratórios mínimos e inespecíficos (ex. tosse ocasional crónica)”, explica a Genevet. Este método vem permitir “de forma rápida e sensível, mesmo em situações de infeção subclínica, em que não seja possível detetar larvas L1 por métodos coprológicos ou sem alterações pulmonares visíveis por imagiologia que distingam a doença causada por este agente”. Este PCR pode ser efetuado a partir de zaragatoas orofaríngeas, líquidos de lavados das vias respiratórias e fezes, com resultados disponíveis em cerca de três dias.
Fonte: Veterinária Atual