simposium.png Boas-vindas

Novo método de deteção de Salmonella

13 de outubro - 2017

Novo método de deteção de Salmonella
Investigadores da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Cornell (Ithaca, Nova Iorque) desenvolveram um novo método preciso e mais rápido para a deteção de Salmonella.

A bactéria Salmonella é uma das principais causas de doenças transmitidas por alimentos, representando uma ameaça emergente para a saúde pública dada a prevalência crescente e a resistência antimicrobiana. Pode infetar pessoas e animais, sendo que existem vários casos reportados de indivíduos infetados após a manipulação de animais de estimação e exploração.
A Salmonella em meio hospitalar, em particular a S. Dublin, é uma preocupação emergente, e o seu crescimento em meios de cultura é difícil, dificultando o diagnóstico.
O novo método, desenvolvido inicialmente para testes automatizados de segurança alimentar, foi adaptado pelos investigadores da Universidade Cornell para uma gama mais ampla de amostras, permitindo a deteção da bactéria em amostras ambientais e clínicas, como fezes, leite e sangue.
Este método representa uma melhoria significativa no tempo de diagnóstico, com resultados disponíveis em 24 horas. Além disso, o limite de deteção para a S.Dublin melhorou 100 vezes em comparação com a cultura em meios seletivos.
A deteção rápida da bactéria conseguida com este teste, permite rapidamente o isolamento de animais infetados por forma a evitar a exposição de outros animais, bem como o aumento da biossegurança para as pessoas e animais.
Fonte: ScienceDaily. Foto: https://www.cdc.gov/